A advogada Rita de Cássia Vivas, do escritório Riedel de Figueiredo Advogados Associados, participou nessa quarta (2/5) de audiência no Ministério do Trabalho para discutir a situação dos trabalhadores da BRF após embargo de exportações para a União Européia.

Na condição de assessora jurídica da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA), a especialista em Direito Trabalhista falou ao ministro do Trabalho Helton Yomura sobre a preocupação da entidade com a eminência de demissões em massa como reflexos das concessões de férias coletivas nos Estados do Paraná, Santa Catarina e Goiás, que já atingem pelo menos 7 mil trabalhadores da BRF (Sadia e Perdigão).

Além de entidades representantes dos trabalhadores, participaram do encontro a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e representantes do governo. Uma próxima reunião está prevista para o dia 11 de maio, com convite estendido à BRF e entidades sindicais patronais diretamente atingidas pela crise nos 20 frigoríficos embargados atualmente, em sua maioria da empresa BRF.

Assessoria de Imprensa
Clarice Gulyas
(61) 98177-3832 TIM/ Whatsapp
claricegulyas@gmail.com (Gtalk)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *