A advogada Rita de Cássia Vivas, do escritório Riedel de Figueiredo Advogado Associado, participou nessa sexta (25/5) de audiência com o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), ministro Brito Pereira, para discutir o custeio sindical.

Na condição de assessora jurídica da Confederação Nacional dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação e Afins (CNTA), a advogada manifestou a preocupação da entidade sindical em relação ao custeio do sistema confederativo após a extinção da contribuição sindical obrigatória, prevista na reforma trabalhista (Lei 13.47/2017).

O ministro Brito Pereira afimou que encaminhou recentemente informações sobre o tema ao Supremo Tribunal Federal (STF) e diz estar confiante no julgamento das Ações Diretas de Inconstitucionalidade.

Participaram da reunião representantes de confederações integrantes do Fórum Sindical dos Trabalhadores (FST) e seus respectivos advogados.

*Com informações do TST
Foto: Fellipe Sampaio/TST

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *